Reconhecimento por focinho: Startup usa reconhecimento facial para identificar cachorros pelo focinho

Uma startup chinesa está buscando uma forma diferente de identificar cachorros perdidos. Chamada Megvii, a companhia já prestava serviço de reconhecimento facial humano para sistemas vigilância no país e agora também o está usando para tentar identificar cachorros.

O sistema usa o focinho dos animais para isso. Os cães contam com singularidades em seus focinhos, muito semelhantes às impressões digitais humanas. Com isso, é possível identificar um padrão e saber exatamente qual animal é aquele.

O mecanismo funciona por um aplicativo de smartphone, simplesmente com a câmera do aparelho. O usuário faz várias fotos do focinho do animal de diferentes ângulos e registra seu pet no aparelho. Segundo levantamento da Abacus News, site local, a taxa de acerto do app é de 95% dentro de testes com 15 mil cachorros.

A iniciativa busca não só ajudar a encontrar animais perdidos e devolvê-los aos seus donos, mas também multar quem não toma os devidos cuidados para manter o animal em casa. Na plataforma, há um registro do cachorro, junto com o nome do cuidador do bichinho e o endereço.

O mecanismo não é bem uma novidade. Nos Estados Unidos já se usa um programa chamado Finding Rover, que trabalha com um sistema semelhante de reconhecimento facial. A tecnologia, aqui, contudo, é capaz de reconhecer não só cachorros, mas também gatos e outros tipos de pets.

Fonte: Techtudo