Cãozinho cego é adotado e ganha “cão-guia” que se recusa a sair do seu lado

Toby e Amos podiam apenas compartilhar a mesma tutora, mas acabaram também por ser os protagonistas de uma verdadeira história de amizade e companheirismo.

O caminho de ‘Amos’ tem drama, superação e muito amor envolvido. Recuando no seu passado, o cachorrinho, um staffordshire bull terrier, nasceu cego em um canil e por isso foi tendo dificuldade em encontrar alguém que se mostrasse disponível para o adotar. Até ao dia em que apareceu Jess Martin. Jess trabalha como RH no Corpo de Bombeiros da Inglaterra e assim que viu o cachorro (enquanto fazia voluntariado no abrigo) se apaixonou por ele e o adotou no ano passado.

12652054-6954213-image-a-6_1556097607440

Mas algo deixava Martin preocupada, pois não sabia se Toby, seu cachorro de 9 anos, se iria dar bem com Amos.

“No começo Toby rosnou para ele algumas vezes e depois o ignorou. Amos veio de um canil e não sabe como se relacionar com outros cachorros. Depois de alguns dias, vi que Amos não estava conseguindo encontrar sua tigela de água e foi o Toby, que cutucando ele o ajudou a encontrar o que procurava”, disse em entrevista.

12652052-6954213-image-m-9_1556097674192

“Eu sempre soube que o Toby é incrível, ele tem sido o meu melhor amigo por toda a vida e quando decidimos trazer Amos para nossa casa, o Toby ficou um pouco aborrecido, mas rapidamente assumiu o papel de melhor amigo. Ele é honestamente incrível”, se pode ler em uma publicação compartilhada no Facebook.

 

12652066-6954213-image-m-4_1556097573390

Ela conta que Toby virou uma espécie de cão-guia e guarda costas de Amos, que teve de passar por uma cirurgia para a retirada de seus olhos em fevereiro passado.

12652058-6954213-image-a-7_1556097641473

“Quando saíamos para caminhar, Amos ficava muito assustado, especialmente com os ruídos em sua volta e Toby rapidamente percebeu que ele precisava de ajuda. Então toda vez que Amos parava, Toby ia se deitar ao lado dele até que ele estivesse pronto. Eles desenvolveram uma boa comunicação entre eles e conhecem os limites um do outro.”

12652050-6954213-image-m-25_1556099881563

“O principal problema de Amos é a possibilidade de outros cães não gostem dele quando se aproximam, porque ele obviamente não pode se comunicar da mesma maneira, então ele não tem outros amigos. Mas Toby está sempre lá para protegê-lo, nós o chamamos de seu guarda-costas”, disse.

12652060-6954213-image-a-5_1556097605316

De acordo com a dona dos dois animais, apesar de todo o treinamento para que Amos seja um cachorro confiante, foram a amizade e a orientação de Toby, que realmente fizeram do animal “o cão que ele é hoje.”

689628

 

Fonte: portaldoanimal